Cansei de viver ou não estou dando conta de sofrer?

A frequência do número de pessoas que relatam sobre a vontade de acabar com a própria vida vem aumento consideravelmente. Tem sido muito recorrente esse tipo fala em nosso convívio e até mesmo dentro dos consultórios.
Hoje o suicídio é reconhecido como a segunda maior causa de morte entre os jovens no mundo, de acordo com a OMS, e é considerada a terceira causa de morte no Brasil. Contudo, vale ressaltar que esse fato não se limita apenas aos jovens.
Percebe-se, a partir do discurso de pessoas que buscam suporte, uma fala sobre a perda de vontade, que nesse caso se direcionada para a perda da vontade de viver. Muitas vezes essa fala está relacionada a uma dificuldade de encontrar novas possibilidades para conseguir dar conta de algum sofrimento, seja ele físico ou psíquico. Também é muito frequente ao relatarem sobre esse assunto, trazem vergonha e a culpa associadas ao quadro, ou seja, há uma grande barreira em buscar suporte devido ao sentimento de culpa e vergonha que são desencadeados nesse processo.
Diante desses fatos, setembro foi eleito como o mês de referência para a prevenção do suicídio e a valorização da vida. Nós, profissionais de psicologia e de saúde mental, estamos nos disponibilizando ainda mais para ajudar a todos que precisarem, esclarecendo dúvidas e oferecendo possibilidades e suporte diante do tema.
Falar é a melhor solução!

 

Por Tarcísio Martins
Psicólogo Clínico – CRP: 03/13946
Especializando em Dor e Cuidado Paliativos

Categories:

Postado por admin

Deixar seu comentário

Please enter comment.
Por Favor digite seu nome.
Pro favor digite um e-mail.
Por favor insira um e-mail válido