Saiba reconhecer os principais sinais do autismo

O Autismo é uma disfunção crônica que se instala nos três primeiros anos de vida, quando os neurônios ligados à comunicação e sociabilidade deixam de formar conexões necessárias. Essa disfunção no desenvolvimento cerebral existe em vários graus e os portadores podem apresentar diferentes comportamentos. Os casos são mais normais em meninos, mas podem também acometer meninas.

Especialistas apontam que os primeiros sinais podem ser identificados pelos pais a partir dos oito meses de idade, mas estudos revelam que a maior parte dos casos no Brasil costumam ser identificados por volta dos 5 ou 6 anos. Esse diagnostico tardio acaba por, muitas vezes, dificultar o tratamento, já que o desenvolvimento infantil já vai ter acontecido.

Como o autismo não pode ser diagnosticado através de exames normativos, como ressonância ou tomografias, é imprescindível que os pais prestem atenção se os filhos apresentam comportamentos distintos. Os sintomas giram em torno de três quesitos: alteração na linguagem e comunicação, comportamento peculiar e pouca interação social.

O principal sinal que pode ser identificado é o atraso na linguagem e falta de contato ocular, mesmo em bebês na hora da amamentação, mas existem diversos outros que podem indicar autismo, como:

– Resistência a contato físico, como abraços, beijos e toques.

– Não apresentarem reação ao serem chamadas pelo nome.

– Dificuldade em imitar caretas e interpretar reações expressivas.

– Dificuldade em iniciar e manter um diálogo.

– Atraso no desenvolvimento comunicativo.

– Olhar vagos.

– Reações inesperadas de raiva e fúria.

– Resistência à dor.

– Serem extremamente sistemáticos quando brincam.

Um bom acompanhamento clínico pode ajudar o autista em suas limitações e até ajuda-lo a frequentar a escola regular. As avaliações são individuais, mas as terapias são, normalmente, realizadas em grupo para estimular a socialização. O tratamento pode ter medidas variadas, mas no geral a criança vai precisar de uma abordagem multidisciplinar incluindo clínica, fonoterápica, pedagógica e fisioterápica.

Crianças autistas são extremamente inteligentes e sensíveis e, apesar de apresentarem comportamento atípicos, um tratamento eficiente pode facilitar a sua interação normal e o desenvolvimento comunicativo.

Tags:
Categories:

Postado por Clinica Holos

tratamento de depressão

Deixar seu comentário

Please enter comment.
Por Favor digite seu nome.
Pro favor digite um e-mail.
Por favor insira um e-mail válido