Agende agora a sua consulta por telefone. ✆ Ligue para (71) 3345-4545

A Terapia Junguiana: o que é?

Autoconhecimento, capacidade de saber lidar consigo mesmo e entender o para quê que acontecem situações da vida, esta é a abordagem da Terapia Junguiana. Todos os indivíduos têm dúvidas e questionamentos à respeito da vida, a terapia Junguiana trás a possibilidade de ampliar, ver com mais claridade e criar novas respostas para algo que parece não funcionar mais.

Por exemplo, é comum ouvirmos de pacientes que nada parece estar errado, mas que ainda falta “algo” para viver com mais plenitude. A análise Jung se trata de um trabalho em que duas consciências e dois inconscientes conversam e, deste encontro, surgem novas possibilidades.

Todos têm suas feridas. Se permitir parar e conversar com com um profissional treinado e capacitado começa a trazer à consciência sinais. Temos uma grande falta de conhecimento sobre nós mesmos e isto gera sofrimento e doenças.

A abordagem desse tipo de psicoterapia foi criada pelo médico psiquiatra Carl Gustav Jung, que dizia que a vida só é trágica enquanto permanecemos inconscientes.

“Os anos em que persegui minhas imagens interiores foram os mais importantes de minha vida, neles, tudo o que é fundamental foi decidido.” Dr. Jung, em Memórias,  sonhos e reflexões.

Tags:
Categories:

A psicanálise: um processo de “re-construção”

A psicanálise é um tipo de terapia de teorias e técnicas particulares. O paciente que procura esse tipo terapia busca autoconhecimento, eliminar sentimento de angústia, depressão, ou até mesmo se livrar de sintomas físicos dos mais diversos, sem origem conhecida.

Mas, ainda mais importante do que de onde se parte o motivo é para onde se deseja chegar. Nesse sentido, a psicanálise é um (ótimo) processo de autoconhecimento, já que é a análise de si mesmo com a ajuda de um profissional psicanalista.

Os sintomas, quaisquer que sejam suas formas de aparecer na vida da pessoa, são substitutos de processos inconscientes, traumas, desejos não revelados, que permanecem a margem de nosso conhecimento.

Com uma ajuda profissional é possível ter contato com os processos inconscientes e os integrar, de forma harmônica, ao nosso psiquismo, para que então, esses sintomas desapareçam.

A psicanálise é um processo de “re-construção” de nós mesmos, é a investigação do inconsciente. Busque a informação!

Tags:
Categories:

Aliviando tensões com a música

Há quase 20 anos, a Organização Mundial de Saúde (OMS) reconheceu a importância de inserir a musicoterapia nos centros de saúde. Mas foi há séculos que o homem começou a utilizar dessa arte também para essa finalidade.

Entre os benefícios da técnica, existe o fortalecimento do vínculo afetivo entre mães e bebês e a promoção do autoconhecimento entre adultos, além de ajudar em casos de reumatismo, Parkinson, fibromialgia, esclerose múltipla, disfunções vocais e de fala, depressão, insônia, pânico, problemas respiratórios, entre outras disfunções.

O efeito é real e se dá pela vibração do som, que desbloqueia o sistema nervoso, ativa o sistema glandular, leva ritmo ao sistema cardiopulmonar, libera tensões musculares e coloca em movimento o sistema metabólico-locomotor.

Seja qual for a indicação, cada caso envolve uma prescrição específica de melodias escolhidas conforme o tratamento a ser realizado e as características físicas, mentais e sociais do paciente. Não há restrição de estilos ou gêneros, o importante é que a música atue como um meio de transformação e nunca reforçando a patologia.

Tags:
Categories: