Agende agora a sua consulta por telefone. ✆ Ligue para (71) 3345-4545

As causas e sintomas do estresse

O estresse é uma condição pscico e fisológica que atinge pessoas de todas as idades em diferentes níveis. Apesar de ser considerado como algo natural que acomete a todos nós, é importante identificar suas causas e sintomas, para então buscar o melhor tratamento.

O estresse está relacionado diretamente com o aumento de cortisol na corrente sanguínea. O cortisol é um hormônio da família dos esteroides que está diretamente envolvido na resposta ao estresse. Por isso, quando se identifica um índice acima do normal de Cortisol no sangue, conclui-se que você está passando por uma situação estressante.

Esse aumento de cortisol e, consequentemente, estresse, pode gerar diversas consequências no organismo. Além de afetar a mente, o estresse pode levar a diversas reações, como dores de cabeça, infecções, úlcera, derrame, herpes, crises de pânico, enfarte, hipertensão, ansiedade e outros.

Para que sintomas mais leves não desencadeiem problemas como esses, é importe que se identifique o que ocasionou o estresse. Entre as causas mais comuns estão:

– Problemas no Trabalho, como cobranças, horários, pressões, amaças, etc.
– Dificuldade de se relacionar com amigos ou familiares
– Problemas conjugais.
– Má desempenho no trabalho ou escola
– Falecimento de entes queridos
– Ruídos e sons altos e prolongados.
– Mudança de ambiente ou alguma alteração na rotina.

Além disso, cafeína, álcool e tabaco podem causar ou intensificar os sintomas de estresse.

O estresse, normalmente, debilita o sistema imunológico e isso torna o corpo mais vulnerável a doenças, alergias e infecções. No entanto, o estresse é um sentimento normal e pode, inclusive, aumentar o desempenho no trabalho, porém, é mais que importante cuidar do sintomas antes que eles se intensifiquem.

Algumas das opções para controlar e eliminar o estresse são praticar exercícios físicos, para liberar endorfina e elevar o bem-estar, e consumir chás e alimentos com propriedades calmantes. Caso o estresse esteja impactando além do normal na sua vida, recomenda-se consultar um especialista para avaliar a necessidade ou não do uso de medicamentos.

Tags:
Categories:

Você sabe o que Alexitimia?

A Alexitimia é uma perturbação que afeta o processo emocional do indivíduo, resultando na sua incapacidade de expressar emoções e sentimentos através da linguagem.

As principais características dessa perturbação são:
– Dificuldade em identificar e descrever sentimentos;
– Processos imaginativos, espontâneos e de improvisação limitados;
– Dificuldade em falar sobre as sensações sentidas no corpo;
– Estilo cognitivo excessivamente concreto e operacional;
– Baixa auto estima na maioria dos comportamentos.

Sobre as causas da Alexitimia, existem teorias que associam o transtorno a trauma cerebral, defeitos na formação neurológica, influências socioculturais e, principalmente, traumas emocionais ocorridos durante a formação infanto-juvenil, ou mesmo em outras fases da vida.

Tags:
Categories:

O que provoca a Compulsão Alimentar?

A Compulsão Alimentar é um transtorno em que o indivíduo experimenta uma irresistível tendência de comer, mesmo não estando com fome, ingerindo compulsivamente uma quantidade de alimentos maior do que é necessário para o seu organismo, além de ter o costume de “beliscar” com frequência.

Para cada pessoa, o problema da Compulsão Alimentar surge de uma forma, é multifatorial. Ela pode aparecer, por exemplo, em alguns transtornos alimentares como bulimia nervosa e compulsão alimentar periódica, e também, em problemas emocionais como ansiedade e depressão. Há também a possibilidade de algum transtorno no hipotálamo, um regulador do mecanismo de saciedade, ou ser proveniente de uma Bipolaridade e até transtorno de personalidade.

Tentativas frustradas de controlar o peso também podem abrir portas para a compulsão. Com a insatisfação e a falta de controle sobre o próprio corpo, ocorre movimento inverso: a pessoa passa ao uso indiscriminado de alimentos, como forma de resolver estes problemas emocionais.

Não se sinta mal. Estamos aqui para ajudar!

Tags:
Categories: