Como ensinar uma criança a não interromper conversas dos pais

Sabe aquela situação constrangedora em que os filhos acabam causando aos pais ao interromperem conversas chamando-os sem parar? Nessas horas, os pais costumam ficar sem saber como agir: não sabem se fingem não ouvir, se chamam a atenção, se pedem silêncio… O foco dos pais acaba saindo um pouco da conversa e instaura-se um clima chato, principalmente entre os pais e a criança.

“- Você precisa esperar os adultos terminarem de conversar!!”

Uma técnica simples pode ajudar a resolver pra sempre esse problema. Ensine ao seu filho para que coloque a mãozinha em seu pulso como um sinal de que precisa falar com você. Em resposta, sem parar a conversa, dê o sinal de que entendeu colocando a sua mão sobre a mão da criança, e logo quando puder, dê toda a atenção.

Com o tempo, os pequenos vão parando de interromper as conversas dos pais e aprendem que é necessário esperar o momento em que pode ser atendido. Simples, valioso e cheio de ternura, não é mesmo? Compartilhe a ideia com as pessoas que conhece e tem filhos!

A Clínica Holos atende pacientes de todas as idades. Nossos profissionais de psicologia são especializados em abordagens e trabalham para oferecer um ambiente em que as crianças se sintam seguras e acolhidas.

Atendemos particular e convênios!

Tags:
Categories:

REJEIÇÃO: COMO LIDAR?

A dor da rejeição costuma se manifestar como um sentimento intenso e doloroso, mas é possível lidar com essa emoção para amenizá-la. É uma dor tão intensa que se assemelha a dor física, e cada pessoa a sente de uma forma diferente. Dói mesmo no fundo da alma, seja em qualquer área da vida interpessoal: entre casais, amigos, família ou no ambiente escolar e de trabalho.

Algumas pessoas conseguem superar esse fato com maior facilidade, outros sentem dificuldade, e algumas vezes por não conseguir lidar com isso acabam se fechando para a vida.

A dica é: cuide de si mesmo. Caso necessário, busque ajuda. Não é vergonha querer sair da tristeza, querer ser feliz. O método psicoterápico ajudará a compreender e elaborar este sentimento, entender que às vezes o outro pode dar ou não a resposta que deseja e como superar esta frustração.

Não aceite a rejeição como uma crença destrutiva a respeito de si mesmo tornando-se uma pessoa insegura para novas experiências e fechando-se para a vida com medo de magoar-se novamente. Caso precise de ajuda, conte com a gente!

Tags:
Categories: