Agende agora a sua consulta por telefone. ✆ Ligue para (71) 3345-4545

Preciso vencer o medo! Mas como superar trauma de roubo?

Quem passa por um evento perturbador como um roubo ou assalto, é marcado pela sensação de impotência e pela falta de controle dos sentimentos, sendo muitas vezes acometido por um trauma. Nesse momento, começa uma luta contra as emoções perturbadoras, lembranças do momento do incidente, além de ansiedade e tensão constantes. Mas e então, como superar trauma de roubo?

O que é trauma emocional?

O trauma emocional ou psicológico é o resultado de diversos eventos que estressam física e mentalmente um indivíduo, desestabilizando a sensação da segurança, e trazendo à tona sentimentos negativos, como o de desamparo e vulnerabilidade. A maioria dos eventos traumáticos geralmente envolvem ameaça de morte ou de seguridade. Contudo, qualquer situação em que você se sinta isolado ou sobrecarregado pode gerar um trauma.

O trauma emocional pode ser causado por:

  • Eventos únicos, como: ataques violentos, acidentes ou ferimentos graves, ainda que tenham ocorrido na infância, morte súbita de algum ente querido, etc;
  • Eventos com estresse contínuo: residir em local violento, doença com risco de morte, violência doméstica, intimidação ou negligência na infância;
  • Eventos negligenciados: cirurgias (principalmente nos primeiros anos de vida), rompimento inesperado de um relacionamento, ou algum tipo de experiência humilhante ou decepcionante.

Desastres naturais ou causados pela ação humana, podem ser gatilhos para o surgimento de traumas que remetem à desafios únicos, ainda que o evento não traga um impacto direto. Hoje, com o compartilhamento de notícias e imagens de violência e acidentes quase em tempo real, a sobrecarga do sistema nervoso é praticamente involuntária, e ocasionalmente, poderá refletir num trauma.

Sintomas de trauma psicológico

As reações à um trauma podem ocorrer de forma emocional ou física, sendo distintas de pessoa para pessoa. Os sintomas psicológicos mais comuns, são:

  • Negação ao evento, choque ou descrença;
  • Dificuldade de concentração ou confusão mental;
  • Irritabilidade, mudanças de humor constantes ou raiva;
  • Ansiedade;
  • Vergonha ou culpa;
  • Tristeza ou desesperança;
  • Distração demasiada.

E os sintomas físicos mais comuns são:

  • Fadiga;
  • Taquicardia;
  • Excitação;
  • Dores;
  • Tensão muscular;
  • Tremor constante.

Como superar trauma de roubo

Os sintomas de um trauma podem durar alguns dias ou longos períodos de tempo. Os mais duradouros geralmente voltam à tona quando ocorridos próximos à datas marcantes, ou se situações parecidas com o evento que ocasionou o trauma são vivenciadas.

Para alguns casos, o tempo é um remédio valioso. Ele cicatriza as feridas abertas e faz com que tudo volte à sua normalidade. Já em cenários mais graves, a ajuda de um profissional de saúde mental, como um psicólogo ou psicanalista, pode ser determinante na reabilitação do equilíbrio emocional do indivíduo traumatizado.

Independentemente do grau ou estágio do trauma, as dicas abaixo ajudarão no norteamento da sua dor, como um apoio para a superação da marca causada pelo evento sofrido:

  • Siga sempre em frente. O mal ocorrido precisa ficar no passado;
  • Não crie um isolamento, as pessoas são necessárias nesse processo;
  • Busque se manter calmo, mesmo que as circunstâncias não estejam favoráveis;
  • Mantenha sua saúde física e mental em dia;
  • Busque amparo psicológico especializado.

Com o suporte psicológico necessário tudo se tornará mais fácil. Conheça as diferentes possibilidades de tratamento para o seu trauma, e tenha uma vida tranquila e feliz.

Tags:
Categories: